Natal & Inverno

O inverno começou oficialmente no dia 22. Fisicamente, pra mim, ele começou lá pro fim de novembro, e confesso que tenho morrido, literalmente, de frio! A infra-estrutura aqui em Portugal é precária… 😦 e muito! Dia 22 também foi o dia que peguei um baita resfriado. Eu ia ao médico, mas só de lembrar de toda a burocracia do meu seguro, fiquei com preguiça. Haha.

Dia 24 chegou, e logo de manhã já tinha comido o último chocolate do calendário-coma-1-chocolate-por-dia-até-o-natal. Era Nataaaaal! Fiquei das 10h às 20h40 preparando a ceia de natal. Ainda estava doente, e preparar toda a comida exigiu de mim um pouquinho a mais do que minha saúde permitia. 20h45 já estavamos todos arrumados, com as comidas embaladas, peru na caixa, presentes embrulhados, gorros de pp noel, vinhos na mochila. Parecíamos papais noeis, rena e boneco de neve prontos pra guerra. Mal sabíamos que a ceia de natal realmente seria uma guerra.

Éramos em 6 pessoas e pelo frio e preguiça de subir a ladeira para a comida não esfriar, decidimos pegar 2 taxis. Chegamos na casa da queridissima anfitriã Luísa. A casa dela estava sem gás – fomos previamente avisados – e por esse motivo esquentamos quase toda comida no microondas! Foi todo um esquema de logistica muito bem feito. Deu meia noite, e a comida estava toda posta na mesa! Foi uma mistura só: bruschetta, sushi, arroz de pato, frango assado, peru recheado com arroz e amendoas, farofa de água e sal (muuuuito boa!), gnocchi à bolonhesa, gnocchi con fonduta de brie e salpicão de frango. De sobremesa tivemos palha italiana e sorvete! Tudo isso acompanhado de ótimos vinhos lambrusco. Antes de atacarmos, fizemos uma oração. Agradecemos a Deus pela comida, pelo ano e desejamos um otimo 2011 pra todos. A guerra tinha começado.

A decoração do nosso natal foi simples. Afinal, somos miserasmus! A árvore de natal não era muito adornada. De tão pequena, ela foi colocada numa mesa para parecer maior. Via-se o cintilar de alguns poucos pontos de luz, tentando se sobressair do pano de fundo verde escuro. As meias de natal, não eram natalinas. Eram meias simples, coloridas, tamanho infantil. Não estavam em cima da lareira, mas sim de uma mesa. E nem estavam penduradas. Foram coladas à mesa com etiquetas nomeadas. Eram 12 meias. A proposta era de colocarmos bilhetes – anônimos, ou não – com nossos desejos para cada pessoa dentro das meias.

A troca de presentes também foi um pouco incomum. Compramos presentes aleatórios, e só descobriríamos nosso amigo X na hora. Não era um ‘amigo secreto’ qualquer. Era o ‘amigo ladrão’. O esquema é simples: a 1ª pessoa sorteada pega qualquer presente embaixo da árvore. Ela teria que abrir, e mostrar para todos. A pessoa seguinte pode escolher entre roubar um presente ou pegar um novo na árvore. E assim, sucessivamente. O mesmo presente não pode ser roubado 2x na mesma rodada. E assim, terminamos a troca de presentes com 4 roubos – ‘roubo’ não é uma palavra legal para o Natal. Meu presente foi roubado.. e não satisfeita, roubei outro.

A noite – ou diria, madrugada – terminou com muitos risos e fotos. Estávamos fartos, lotados, cheios, acabados, felizes… foi uma guerra em que todos saíram vencedores. (Menos a balança! Hahaha!).

A mistura das comidas (nada combinava! Haha), a decoração simples, mas funcional e a troca de presentes envolvendo roubo, podem não ter uma cara muito natalina.. mas foi natal mais divertido da minha vida.

Anúncios

Uma resposta para “Natal & Inverno

  1. haahha q divertido, ani! natal legal! q q vc ganhou?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s